Dê um nocaute no estresse: faça boxe!

Dê um nocaute no estresse: faça boxe!

Apesar de ser olímpico e ter nomes conhecidos mundialmente como Mike Tyson e Popó você conhece o Boxe? Também chamado de pugilismo a arte marcial teve seu surgimento na Mesopotâmia em 5 mil a.C. Nesta época, os duelos eram extremamente agressivos e terminavam com a morte de um participante. Mais tarde na Grécia, em 668 a.C., o boxe ganhou regras e passou a ser incluído nas Olimpíadas.

A partir da implantação de novas regras e técnicas, o desporto tem ganhado cada vez mais adeptos, uns para combater o estresse, outros para queimar calorias e também há aqueles em busca de uma defesa pessoal eficiente.

Dando um “Direto” nas calorias:

Em apenas 60 minutos de pratica da modalidade podem queimar até 1.000 calorias, enquanto uma corrida queima aproximadamente 600 por exemplo. Além disto, o esporte é extremamente eficiente na redução de gordura visceral, sabe aquela gordurinha que fica dentro da região abdominal e aumenta a cintura? É de um abdômen trincado que estamos falando!

Dando um cruzado na falta de Fôlego!

Por ser um exercício aeróbico, o trabalho cardiorrespiratório é intenso, o que possibilita o desenvolvimento da resistência cardiorrespiratória, além de ganhos como: aprimoramento dos reflexos, fortalecimento da musculatura, aumento do equilíbrio, perda de peso!

Nocauteando o estresse!

O Boxe é uma excepcional válvula de escape, o trabalho de bater saco, pular corda entre outros, possibilitam os alunos uma transferência desse estresse o que resulta em uma melhora no convívio social dos alunos. Tendo em vista que as atividades são feitas na maioria das vezes em dupla, o esporte também edifica o controle emocional e a disciplina.

Fim da luta para baixa autoestima!

O boxe melhora a autoestima de quem o pratica. Isso se deve a produção de endorfina atrelada às mudanças estéticas, como o emagrecimento e definição muscular. O esporte também trabalha a autoconfiança e a disciplina do aluno.

Quem pode fazer?

Todos, não há contraindicação! Mas antes da pratica deve se procurar um médico para a liberação dos exercícios. Lembrando, não é preciso ser atleta para começar! Basta apenas procurar um médico para realizar um parecer físico e disposição! Então, não se esquive desta oportunidade, vamos subir no ringue?

×