Sete alimentos que ajudam a controlar a gastrite

Sete alimentos que ajudam a controlar a gastrite

É muito comum as pessoas confundirem os sintomas da gastrite com uma má digestão. Portanto, antes de cravar que tem gastrite, é preciso obter um diagnóstico médico.

Você já sentiu queimação no estômago ou já se pegou aos resmungos por causa daquela dor incômoda no alto da barriga? Esses são alguns dos sintomas da gastrite, que também incluem enjoos, acompanhados ou não de vômito.

Inflamação na mucosa do estômago, a gastrite atinge muitas pessoas que, ao receberem o diagnóstico, precisam adotar algumas restrições alimentares. Quem tem a inflamação deve evitar alimentos ácidos e gordurosos, entre eles: frutas ácidas (mexerica, laranja exceto lima, abacaxi, por exemplo), vinagre, café e frituras. Veja quais hábitos são bem-vindos e quais alimentos não agridem o seu sistema digestivo e ainda controlam a doença – alguns, inclusive, ajudam a recuperar a ferida na parede do estômago.

1. Hortelã e alecrim
Os chás dessas ervas são poderosos aliados da boa digestão. Eles também são calmantes digestivos, já que diminuem a acidez do estômago. Com isso, eles atenuam azias, gases e cólicas.

2. Frutas não ácidas
Laranja lima, banana, maçã, goiaba e mamão estão na lista de frutas liberadas, já que não agridem o estômago. Os seus sucos também podem ser ingeridos sem medo.

3. Alimentos com lactobacilos
A reposição dos lactobacilos é importante para povoar o estômago com bactérias benéficas e, assim, para a cura da gastrite. Lactobacilos são encontrados em iogurtes e, até mesmo, vendidos em pó.

4. Peixe e frango com pouca gordura
Você não precisa cortar a carne de seu cardápio por causa da gordura. Carnes de frango cozido, refogado ou grelhado; peixes não muito gordurosos, como pescada e merluza – ao forno ou grelhados – e carnes vermelhas menos gordurosas estão liberadas.

5. Suco verde
O suco é rico em clorofila, uma substância energizante e cheia de zinco e antioxidantes, itens necessários para a recuperação do estômago, além de vitamina C e magnésio.

6. Legumes ou verduras refogadas
Consuma legumes e verduras – tanto no almoço quanto no jantar – mas lembre-se de refogá-los, já que folhas muito duras podem incomodar as paredes de seu estômago. Por isso, aconselha-se que o consumo in natura de verduras como repolho, couve crua, escarola, alface e agrião seja evitado, pelo menos no começo.

7. Bolachas água e sal
Comer bolachas de água e sal ou maisena (nada de bolachas recheadas, pois são muito gordurosas) e frutas nos intervalos das refeições, para evitar que o estômago fique vazio (já que, quando vazio, o suco gástrico corroerá suas paredes, agravando a ferida).

Por fim, procurar ajuda de médicos e nutricionistas é fundamental para o diagnóstico correto da gastrite. Seu tratamento envolve também o direcionamento nutricional adequado.

×